Fale Conosco

O governado da Paraíba, João Azevêdo, é um dos 17 governadores que solicitaram ao presidente da República, Jair Bolsonaro a prorrogação por mais 3 meses do estado de calamidade pública devido à pandemia da Covid-19. O decreto atual se vence na próxima quinta-feira (31).

Para o gestor, a manutenção do Decreto de Estado de Calamidade Pública Nacional tornará possível a continuidade de programas criados para amenizar os efeitos sociais causados pela crise sanitária na vida dos paraibanos

“Pedimos para que o Governo Federal prorrogasse o estado de calamidade do país para que os estados possam implantar programas de assistência como nós fizemos. A Paraíba distribuiu mais de 1 milhão de cestas básicas. A população da Paraíba foi beneficiada com a quitação do pagamento das contas de água. Demos isenção de empréstimos no Empreender, ou seja, a Paraíba tomou conta do seu povo durante esse período. O que nós queremos é que, mantida essa calamidade nos próximos três meses, a gente possa repetir todas essas ações de assistência social” justificou João Azevêdo.