Fale Conosco

O governador João Azevêdo (Cidadania) rebateu o ataque da presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, que afirmou nesta terça-feira (20) que o partido petista não seria “cúmplice da armação do governo da Paraíba”. Em resposta, o governador disse que a declaração de Gleisi não passa de uma tentativa de criar uma narrativa que não existe, fruto do desconhecimento da política local.

“O governo jamais interferiu e nem interferirá em decisões e postulações de outros partidos. O Governo não tem nada com as decisões tomadas pelo Diretório Municipal, que tem se posicionado diariamente contrária as medidas adotadas pela Executiva Nacional”, garantiu o gestor estadual.

João ainda disse que a questão de divisão de candidaturas da legenda é problema interno do PT e que eles não devem transferir para ninguém a responsabilidade pelo imbróglio. “Uma transferência de responsabilidade para justificar a truculência no trato com os próprios membros do seu partido. Diversos partidos da base do governo lançaram candidaturas próprias e nenhuma foi acusada de ser ‘armação do governo’, por que exatamente a do PT seria?”, questionou por fim.