Notícias

Ivonete Ludgério desiste de concorrer a uma vaga de deputada federal

A presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, vereadora Ivonete Ludgério, do PSD, é a terceira postulante a desistir da disputa eleitoral este ano. Ontem, alegando falta de maior apoio da direção estadual do PSD, que tem como vice-presidente na Paraíba seu marido, o deputado estadual Manoel Ludgério, Ivonete anunciou sua retirada do páreo à Câmara Federal. Antes dela, o ex-vereador por João Pessoa, Marcos Antônio Cartaxo, renunciou à pré-candidatura a deputado estadual, seguido por Crimilde Magliano.

Manoel Ludgério, ao confirmar a desistência da esposa, ponderou que apesar de ser vice-presidente do PSD, não conseguiu mobilização do partido em defesa da candidatura de Ivonete. Em relação ao vereador Marcos Antônio, sua mãe, Walmira Queiroga, pessoa conceituada na sociedade paraibana, havia reclamado de concorrência desleal por parte de postulantes aquinhoados com poder econômico, prejudicando as pretensões do seu filho, “que tinha propostas concretas para favorecer a Paraíba”.

Líderes políticos e políticos com mandatos que estão desenvolvendo atividades em João Pessoa e cidades do interior apontam outro fator de desestímulo para candidaturas este ano: a apatia do eleitor. A alegação corrente é a de que a maioria dos eleitores está, mais do que nunca, desmotivada para participar do processo político, preferindo até mesmo se abster do exercício do voto em outubro. Ivonete Ludgério pertence ao partido que foi presidido na Paraíba pelo deputado federal Rômulo Gouveia, recentemente falecido. A vaga de Rômulo na Câmara passou a ser ocupada pelo suplente, Marcondes Gadelha, do PSC, mas a direção estadual ficou sob controle de Manoel Ludgério. A viúva de Rômulo, Eva Gouveia, que chegou a ser cogitada para concorrer a um mandato eletivo, declinou da postulação.

Fonte: Os Guedes

Tags: Tags: