Fale Conosco

 

Nem só de farra e flagrantes por dirigir embriagado vive o prefeito de Sousa, Fábio Tyrone. Vez por outra ele também exerce a função para a qual foi eleito e, o que é mais difícil, despachando na própria cidade.

Fiquei sabendo que ele saiu meio zanho dessa visita do governador a Sousa.

Há quem diga que quando ele tá de ressaca fica brabo e já não pede mais para ninguém guardar segredo da sua insatisfação com RC.

Pelo que comentam no Sertão, essa insatisfação de Tyrone tem contaminado outros prefeitos.

Leiam por exemplo essa notinha em um site lá da região: 

Revoltado, Prefeito deixa entrevista após governador dizer que estrada não será feita agora

Uma cena inusitada aconteceu ontem durante a visita do Governador Ricardo Coutinho (PSB) à cidade de Sousa nesta quarta-feira (13).

Segundo informações, após o chefe do Executivo Estadual anunciar para esta primeira etapa somente o asfaltamento da Estrada que liga Sousa à cidade do Lastro, deixando a estrada que dá acesso à cidade de Vieirópolis (que fica entre Sousa e Lastro) para outra oportunidade, o prefeito do município, Marcos Pereira (PTB), juntamente com seus assessores e o vice-prefeito Antônio de Braga, deixaram revoltados o Auditório da UFCG, onde estava acontecendo a entrevista coletiva.

Nas eleições 2010, o prefeito Marcos Pereira aderiu ao projeto de reeleição do então governador José Maranhão (PMDB) no primeiro turno das eleições, porém, ao ver a vitória do candidato do PSB, voltou aos braços de Cássio Cunha Lima e Ricardo Coutinho no segundo turno, através de articulações do deputado Lindolfo Pires (DEM) e do prefeito de Sousa.

DA REDAÇÃO DO PORTAL950