Fale Conosco

 A propaganda do governo é burra, o jornalismo ligado ao governo é burro, a verba de comunicação é subutilizada e o secretário de Comunicação Nonato Bndeira é incompetente.

Quem diz isso sou eu mesmo, mas não estou inventando o que qualquer um pode constatar.

Nonato Bandeira aprovou campanhas sem conceito e que nada agregam a imagem arranhadíssima do governador Ricardo Coutinho.

Ao invés de corrigir os desatinos de uma personalidade transtornada, Nonato infla o ego de quem se acha o líder que a profecia de Dom Bosco previu para liderar o mundo pós terceira guerra mundial ou desastre global ecológico.

Na mídia paga optou-se pela quantidade em detrimento da qualidade e ninguém consegue entender se o governo já fez ou vai fazer. Afinal, qual é o conceito? Ninguém sabe.

Os lambe botas que a Secom paga para dizer que o governador é lindo trocam tapas e farpas na base do “dá cá o meu””. Só querem la plata.

A política de comunicação de RC é um pagode sem surdo e o secretário Nonato Bandeira é uma topeira levantando a bola para Veneziano Vital do Rego fazer o gol.

Basta dizer que na última oportunidade de radio em rede e ao vivo do ano Veneziano ocupou a Paraíba FM e Nonato ocupou o sistema Correio.

Veneziano falava de sua gestão e Nonato falava de Veneziano.

Ou seja: Veneziano é o goleador na pequena área e Nonato o zagueiro que vai fazer o gol contra.

Pensando bem, a função de Carlos Magno está ameaçada na Prefeitura de Campina. Ele pode perder a qualquer momento o posto para Nonato Bandeira.