Fale Conosco

Na Paraíba de Ricardo Coutinho e o mundo de faz de contas girassol, as coisas andam tão esculhambadas que amanhã os policiais vão fazer um protesto na Praça dos Três Poderes pedindo o que toda a sociedade já pede todos os dias. O fim da violência.

Pode parecer esdrúxulo quem tem o papel constitucional de defender a sociedade ir à praça pública protestar contra a violência, mas com várias baixas e familiares em casa temendo que o guerreiro não volte, a corda também arrebentou para quem tem que ir pra linha de frente combater a bandidagem.

O todo falante secretário de Segurança Cláudio Lima toca sua sanfoninha, embolsa seus sessenta mil reais por mês e quem vai pra rua tomar tiro é quem recebe muito pouco para tanto risco.

O policial anda se perguntando se vale a pena morrer pelo salário e pouco reconhecimento que recebe de quem deveria lhe tratar muitíssimo bem para estimular o combate a violência.

A esposa do policial chama os filhos para a despedida diária do pai logo cedinho. Quem garante que ele vai voltar? Ricardo Cutinho e seu jeito sui generis de tratar o servidor público?

Amanhã, aqueles que sempre foram as manifestações para reprimir o povo cumprindo ordens, botar a mão na câmera de jornalistas truculentamente atropelando a notícia,vão entender que ir às ruas protestar é o único caminho que a sociedade tem e o que lhes resta numa democracia.

EM TEMPO: no último boletim do Trauma o delegado Leonardo continuava em estado grave.

Basta de violência contra todos!