Fale Conosco

Alegria de vice dura pouco, no máximo entre um sábado de carnaval e uma quarta feira de cinzas. Sabem o que Rômulo teria dito nos instantes finais como interino para a cadeira de governador no Palácio da Redenção? Ai se eu te pego!

Brincadeiras a parte, responda rápido: o que pode fazer um governador interino ao assumir quando tudo está fechado?

Daquele Rômulo Gouveia poderoso e circulante que deixou a Assembléia trincada e foi direto para um mandato de deputado federal discreto, só resta a silhueta.

Rômulo não manda em nada e quando assume é no período carnavalesco onde o Diário Oficial foi repousar em um retiro e tudo que pode fazer é circular com o staff, mas sem nenhuma tinta na caneta.

Soube que no exercício do cargo Rômulo circulou por Campina e não gostou do que viu e ouviu.

O preço do apoio dado a Ricardo em 2010 é muito alto e o vacinado Rômulo chegou a comparar com o desgaste de Cássio em 2003, só que sem atenuante e muito pior por RC não ser filho de Campina.

Claro que aqui e ali conspiradores gostaram da situação de ter Rômulo como governador possibilitando interação, mas o custo para promovê-lo de interino a titular ninguém tem coragem de orçar.