Fale Conosco

Um homem quebrou as vidraças da UPA Oceania, no bairro Aeroclube, em João Pessoa, após a unidade de saúde negar atendimento ao seu filho, um bebê de colo que havia sofrido uma queimadura no rosto, nesta quarta-feira (30). Na unidade de saúde ele foi informado que a criança não poderia ser atendida, já que todas as UPAs de João Pessoa foram destinadas para atendimento de pacientes acometidos pela Covid-19.

O homem de 33 anos teria ficado inconformado e quebrado as vidraças da UPA. Devido aos estilhaços ele sofreu um corte na perna e precisou de um atendimento paliativo, sendo orientado a procurar socorro em um hospital.

A Polícia Militar, então, teria sido acionada pela assistência social da unidade para conduzi-lo até a Delegacia, porém um médico do local disse que arcaria com o prejuízo causado e o homem foi liberado.