Fale Conosco

O empresário, Pietro Harley, que chegou a ser acusado em matéria da revista Época de ser o coordenador do “caixa dois” da campanha do hoje governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), foi recolhido na noite de ontem ao presídio do Serrotão em campina Grande, após ser preso no município de Taperoá / PB.

A prisão de Pietro ocorreu após agentes da Polícia Federal encontrarem armas sem registro na residência do empresário. A operação da fazenda de Pietro ocorreu por determinação da Justiça eleitoral em Taperoá, que detectou indícios de compra de voto em favor da candidata do PSB no município, Socorro.

Neste momento a Justiça em Campina Grande decide se manté o empresário preso ou libera o mesmo.