Fale Conosco

Ele disse adeus, mas não chorou. Já sem nenhum sinal de amor Hervázio Bezerra abandona Cícero Lucena e cai nos braços de Ricardo Coutinho. A decisão foi anunciada a pouco na Câmara Municipal de João Pessoa. Na próxima semana, Hervázio ocupa a vaga deixada na Assembleia Legislativa por Manoel Ludgério, que assumiu a Secretaria de Desenvolvimento de Articulação Municipal (Sedam).

Na cerimônia de despedida, Hervázio apelou que Cícero não guarde mágoas dessa decisão: “Espero que Cícero entenda a minha decisão, assim como ele fez com Cássio quando o tucano decidiu apoiar Ricardo Coutinho, espero sinceramente que não fiquem mágoas”, declarou.

As especulações dão conta de que a Sedam foi criada exatamente para abrir a vaga que Hervázio assumirá, assim Cícero Lucena fica cada vez mais fraco na tentativa de emplacar a candidatura de prefeito de João Pessoa. Isso porque o Governo alegava falta de verbas para administrar mas, ao mesmo tempo, investiu muito dinheiro na criação de uma secretaria que tem as mesmas funções da Secretaria de Interiorização, localizada em Campina Grande.

O fato é que sem aliados, Cícero está sitiado na presidência do PSDB, lugar muito almejado pelo ex-governador Cássio Cunha Lima. Os próprios aliados de Cássio já fazem pressão para que Cícero abandone o cargo.

Se ele fizer isso, estará enterrando a vida política e dando um presente ao governador Ricardo Coutinho, que dorme e acorda pensando em maneiras para desestabilizar o tucano. A vantagem do governador é que ele tem a caneta e não fica com nenhum peso na consciência em usá-la apenas para realizar caprichos, enquanto a administração desce pelo ralo.