Fale Conosco

Corro o risco de me tornar repetitivo ao falar sobre a situação do Hemocentro mais uma vez.

Mas vou correr o risco porque é necessário falar mais uma vez da superlotação de comissionados e ausência de higiene no local.

É impressionante o número de pessoas que estão “trabalhando”no Hemocentro de João Pessoa. Tem tanta gente que os corredores vivem cheios de funcionários.

Enquanto muitos estão conversando pelos corredores ou enrolando o tempo em salas com quatro pessoas e apenas duas mesas para trabalhar, a sala onde são realizadas as doações de sangue estão sem muitos cuidados para evitar contaminação.

Quem me deu estas informações foi um doador que esteve no local ontem e teve quer fazer sua doação com profissionais que não utilizavam luvas, além de presenciar a falta de cuidados da mesma profissional com resíduos de sangue de outro doador que havia caído da cadeira.

“Não há necessidade de tantas pessoas lá”, relatou o doador que me passou as informações.

Cada povo tem o governo que merece.