Fale Conosco

Das oito parcelas totais que estão sendo distribuídas pelo governo federal para compensar a crise financeira causada pela pandemia de coronavírus em todo o País, Gustavo Falcão Cabral Romão doou cerca de 90% do valor – R$ 3,5 mil – para a campanha do irmão, Lucas Romão, que é candidato a prefeito em Pedras de Fogo. O nome do advogado Gustavo aparece no Portal da Transparência do Governo Federal na lista dos que receberam o auxílio no valor de R$ 600,00.

Lucas e Gustavo são sobrinhos do prefeito do município de Pedras de Fogo, Dedé Romão, e a doação repercutiu negativamente na cidade, uma vez que o auxílio emergencial foi criado para atender as pessoas de baixa renda. O questionamento que ficou foi: se Gustavo recebeu o benefício destinado aos pobres, como pode ter dinheiro para doar quase R$ 4 mil à campanha eleitoral do irmão?

Não é de hoje que a família Romão repercute negativamente nas mídias. Em agosto, um áudio vazado mostrava o candidato negociando apoio e votos em troca de motos. No áudio em questão, Romão prometia, sem cerimônia, uma moto antes e outra depois da eleição, quando “estiver com a caneta de prefeito” a Nildo do Mototáxi.

Relembre: Sobrinho do prefeito e pré-candidato, Lucas Romão negocia apoio com promessa de motos em Pedras de Fogo