Fale Conosco

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) está com a situação financeira ainda indefinida para o ano de 2015. Pelo menos foi o que deixou transparecer o reitor Rangel Junior e demais membros do Conselho Universitário (Consuni), em reunião ordinária encerrada no início da tarde desta quinta-feira (2), no Campus I, em Campina Grande.

corte de R$ 70 milhões no valor do repasse à UEPB para o próximo exercício poderá provocar a diminuição de 50% das vagas do processo vestibular e na demissão direta de mais de 500 funcionários, entre professores substitutos e técnicos com contratos temporários.

De acordo com o reitor Rangel Júnior, o Governo do Estado tinha apresentado anteriormente a proposta orçamentária da UEPB para 2015, no valor de R$ 358,6 milhões, no entanto, esta semana comunicou apenas R$ 288 milhões, por meio do projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA), para ser apreciado pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), sem qualquer tipo de comunicação prévia à Reitoria.

“São 70 milhões a menos que implicarão na redução de cerca de 2.500 vagas do nosso vestibular, fora a demissão de professores, técnicos e prestadores de serviço. Um total descompromisso com a Universidade Estadual da Paraíba e com os milhares de alunos, professores e funcionários”, disse um professor que integra o Consuni, mas que preferiu ficar no anonimato. A Reitoria da UEPB deverá divulgar uma nota contrária a redução no orçamento ainda hoje.

Participaram da reunião o reitor e presidente do Consuni, Rangel Júnior; o vice-reitor Ethan Barbosa; pró-reitores; coordenadores de curso; diretores de centros; chefes de departamentos; representantes dos professores, dos funcionários e dos estudantes.

Reunião anterior

Em reunião na última segunda-feira (29), os membros do Consuni aprovaram, por unanimidade, a proposta orçamentária da UEPB no valor de R$ 432,6 milhões, conforme definido pelo Conselho de Orçamento Participativo (COP) da Instituição, a partir do levantamento e análise das necessidades institucionais, levando em consideração despesas com pessoal, despesas correntes e de capital, bem como investimentos necessários para garantir a infraestrutura para o bom funcionamento das atividades acadêmicas da Universidade.

Entretanto, o Consuni autorizou a Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento (Proplan) da UEPB a inserir no Sistema de Orçamento do Estado da Paraíba (SIOP) a planilha orçamentária da Universidade Estadual para o próximo ano dentro dos limites determinados pelo Governo do Estado para o exercício 2015, que é de R$ 358,6 milhões.

WSCOM