Fale Conosco

Os governadores do Nordeste divulgaram uma carta aberta condenando a ação de um grupo bolsonarista que invadiu um hospital, quebrou e derrubou equipamentos médicos. O fato aconteceu um dia após o pedido do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), feito na live de quinta-feira (11), para que a população entrasse nos hospitais e filmasse os leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva) – que são áreas restritas e de visitação controlada.

Na carta, os governadores nordestinos, incluindo o da Paraíba, João Azevêdo, são claros ao lembrar que “não é invadindo hospitais e perseguindo gestores que o Brasil vencerá a pandemia”.

“O presidente Bolsonaro segue, assim, o mesmo método inconsequente que o levou a incentivar aglomerações por todo o país, contrariando as orientações científicas, bem como a estimular agressões contra jornalistas e veículos de comunicação, violando a liberdade de imprensa garantida na Constituição”, diz a carta.

Veja a carta na íntegra: