Notícias

Governador tacha de ‘baboseira’ declarações do senador Cássio sobre Segurança Pública

O governador Ricardo Coutinho (PSB), durante lançamento do programa ‘Mais Trabalho 2’, em solenidade no Palácio da Redenção, nesta segunda-feira (19), ironizou as alegações do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) sobre a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro. Um dos argumentos do tucano é o de que o crime organizado poderia migrar do Sudeste para o Nordeste.

“Do senador Cássio eu não espero nada diferente, evidentemente uma pessoa que conspirou contra o regime democrático, diferente de outros que apenas votaram ele conspirou de manhã, de tarde, de noite e madrugada, para derrubar um governo, eu não esperaria nada diferente do que essa baboseira de ir no ministro para impedir que alguém viaje, como se alguém fosse viajar apresentando passaporte, isso é de uma bobagem enorme” disparou.

Ricardo lembrou ainda que o número de homicídios mais que dobrou na época em que Cássio governou a Paraíba, porém, hoje o mesmo se apresenta como a solução para a questão da violência.

“O mal feito que ele fez quando governou o Estado, quando desestruturou toda a segurança quando teve a coragem de pegar uma taxa de CVLI (Crimes Violentos Letais Intencionais) de 17, na verdade era menor ainda, mas era o valor no primeiro ano de gestão dele e sair com uma taxa de 35, mais que o dobro a cada 100 mil habitantes demonstra bem de quem é a responsabilidade por esse surto de violência na Paraíba. Nós não, estamos na contramão das taxas do Brasil. Nós não descuidamos, mais que balelas e discursos sem conteúdo ele devia colocar energia a favor dos interesses da Paraíba”, alegou.

O senador Cássio rebateu a fala de Ricardo durante uma entrevista ao Correio Debate, dizendo que ele investiu em construção de presídios em várias cidades do Estado e disse que não surpreende a fala de Coutinho contra ele.

“Não vejo novidade nesse tipo de postura em relação a minha pessoa. É uma obsessão. Se o governo investisse teriamos um resultado melhor. Pouco me importa o que ele diz nesse embate político constante e sim a solução do problema de forma urgente. A população não se interessa nesse embate e bate boca político.Eu não vou bater coca com ele, meu papel é defender os interesses da Paraíba. O desafio da segurança é muito grande. Em relação a saída da presidente, muitos de seus aliados votaram da mesma forma que eu, é um oportunista com falta de coerência. Quem não o apoia leva a crítica”, rebateu.

 

 

Fonte: PBAgora

Tags: Tags: