Notícias

Governador entrega casas em ruas de ‘chão batido’ em Campina e Veneziano lamenta descaso

O governador do Estado, Ricardo Coutinho, esteve nesta quinta-feira, 28, em Campina Grande, para entregar pouco mais de 300 casas no Conjunto Novo Cruzeiro. Alegando ser ideal o momento por ser véspera das festas natalinas, o Governo apenas pintou as unidades habitacionais e entregou os imóveis em ruas tomadas pela poeira, sem calçamento, meio-fio e linha d’água.

 O ex-prefeito Veneziano Vital do Rêgo lamentou a atitude tomada pelo Governador: “São posturas bem distintas. Na minha gestão de oito anos preferi entregar casas com tudo como exige a Caixa Econômica Federal – e cito como exemplos o que fizemos no Dinamérica, no Araxá, no Dona Lindu, entre outros”.

O Araxá ganhou mais de 400 casas, ruas pavimentadas, meio-fio, linha d’água, canal e creche, além de iluminação pública.

Exibindo Casas_Vene.jpg
Durante a solenidade, foi informado que a Prefeitura Municipal, na atual gestão, fez vários investimentos na região do Cruzeiro, citando calçamento de ruas em Rosa Cruz, urbanização do Novo Horizonte e construção de creche no Novo Cruzeiro.

Veneziano disse que todas essas ações foram efetivadas e/ou iniciadas na sua gestão: “A creche foi conquistada por nossa administração, graças aos esforços do Senador Vital Filho e iniciada, em mais de 30%, sob nossa batuta. Toda urbanização do Novo Horizonte foi feita ainda em 2012, inclusive com a construção das casas, igualmente a todo processo de urbanização da região de Rosa Cruz”.

Somente no Novo Cruzeiro, “pavimentamos mais de 15 ruas, fizemos a urbanização da Juscelino Kubitscheck, que ganhou ainda iluminação, pista de caminhada e interligação com a Alça Sudoeste. Asfaltamos importantes ruas dessa região e ainda construímos um Ginásio Poliesportivo, denominado de Joselito Lucena e instalamos o PSF do bairro”, destacou Veneziano.

As unidades foram iniciadas na gestão do então Governador Cássio, concluídas na administração José Maranhão e abandonadas na era Ricardo Coutinho.