Fale Conosco

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) derrubou o Veto do Executivo Municipal ao Projeto de Lei 1.225/2019, que propõe a criação do ‘Picha Não’, programa pretende coibir o ato de pichação na cidade. O veto foi derrubado pela bancada de situação e teve favorável ao veto dos opositores. O episódio foi suficiente para que as vereadoras Sandra Marrocos PSB) e Eliza Virgínia (PP) protagonizassem mais um debate acirrado na Câmara, mas desta vez o clima ficou tão tenso com os gritos das parlamentares em plenário que a sessão chegou a ser interrompida e suspensa por cinco minutos para elas se acalmarem.

Depois disto, a dúvida posta foi se Sandra disse que Eliza foi uma “fuleira”, ou se a socialista disse que a progressista fez “uma fuleiragem”. Eliza disse que vai levar o caso ao conselho de ética da Casa. Sandra acusa a colega de quebrar um acordo sobre a proposta. Ouça o que disseram as vereadoras.

O ‘Picha Não’ prevê que o Poder Executivo Municipal poderá disponibilizar um número telefônico associado a aplicativos de mensagens instantâneas e gratuitas na internet, que funcionará 24 horas por dia, com a finalidade exclusiva de receber denúncias e imagens de pichações, vinculado a Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Semusb). Com informações Políticaeetc.

Sandra

Eliza