Fale Conosco

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) deflagraram, nesta quarta-feira (9), duas operações com o objetivo de apurar fraude cometida por um suposto grupo de agentes públicos vinculados à Secretaria de Educação. Eles estariam atuando com a iniciativa privada para fraudar procedimentos licitatórios.

As investigações indicam que empresários do ramo alimentício estariam ligados a fraudes em licitações de alimentação escolar, direcionando editais da terceirização de merenda para empresas pré-determinadas. Também há suspeita de irregularidades na contratação de vídeoaulas e alteração de parâmetros nutricionais de proteína, beneficiando os fornecedores.

O cenário parece familiar, não é? Parece com uma recente operação da Polícia Federal na Paraíba, mais precisamente em Campina Grande, que identificou as mesmas irregularidades na gestão da Educação em escolas públicas do município. Será que é o Distrito Federal que tem sua própria Famintos ou é a Famintos que se inspirou nos grandes figurões de Brasília?

Da redação com Correio Braziliense