Fale Conosco

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) divulgou, nesta quinta-feira, um vídeo em suas redes sociais em que nega qualquer relação com o ex-assessor Fabrício Queiroz, suspeito de fazer rachadinha —  prática em que servidores de gabinetes devolvem parte dos salários para parlamentares. Áudio revelado hoje pelo GLOBO mostra que o ex-assessor de Flávio na Alerj continua sendo consultado sobre nomeações no Legislativo. Segundo o filho do presidente Jair Bolsonaro, o áudio mostra que Queiroz não tem mais acesso ao gabinete dele.

— O que fica bem claro nesse aúdio é que ele não tem nenhum acesso ao meu gabinete, me parece bastante óbvio, tanto é que ele está ali fazendo uma reclamação de que não tem acesso a nenhum cargo, nenhum tipo de espaço. É só isso que está dizendo este áudio. É óbvio que a imprensa vai fazer um estardalhaço em cima disso.

http://oglobo.globo.com/videos/v/queiroz-negocia-cargos-na-camara-e-no-senado-20-continho-caia-bem/8029496

Em conversa por áudio via WhatsApp do início de junho, Queiroz debate com um interlocutor a situação de cargos que podiam ser usados por aliados no Congresso. No diálogo, ele sugere que as indicações poderiam ser feitas por meio de comissões ou em gabinetes de outros deputados e senadores, e não apenas em cargos vinculados à família Bolsonaro.

— Tem mais de 500 cargos, cara, lá na Câmara e no Senado. Pode indicar para qualquer comissão ou, alguma coisa, sem vincular a eles (família Bolsonaro) em nada — diz Queiroz, no áudio, para depois complementar: —  20 continho aí para gente caía bem pra c**.

Procurado pelo GLOBO, Queiroz admitiu, por nota, que mantém a influência por ter “contribuído de forma significativa na campanha de diversos políticos no Estado do Rio de Janeiro”.

Ainda de acordo com o senador, ele não tem contato com o ex-assessor há quase um ano.

— A última notícia que eu tive foi pela imprensa de que ele estaria tratando de seu câncer, no estado de São Paulo.

E diz ainda que está tranquilo e que a Justiça será feita.

— Sigo aqui com bastante tranquilidade, com a verdade ao meu lado, e confiante de que muito em breve a Justiça vai ser feita, e isso tudo vai estar tranquilamente esclarecido.

Cm informações O Globo