Fale Conosco

O secretário Chefe da Casa Civil, Fábio Tyrone, foi condenado por atos de improbidade administrativa e teve seus direitos políticos suspensos por três anos. A punição contra Tyrone foi motivada por atos praticados enquanto ele era prefeito do município de Sousa. A decisão do Desembargador Leandro dos Santos, da 1ª Câmara Civil, foi divulgada no Diário Oficial do Tribunal de Justiça desta segunda-feira (10).

A ação foi impetrada em 2009, logo após Tyrone assumir a prefeitura e pintar os prédios da edilidade com cores utilizadas em sua campanha. De acordo com a decisão, “o Promovido adotou as cores verde e laranja em sua campanha eleitoral relativa ao pleito de 2008 como provam as fotografias de fls.23/28 e, ao vencer as eleições, padronizou todos os bens públicos com as cores verde e laranja”.

Na época, o prefeito se defendeu dizendo que as cores faziam referência à bandeira do município, mas mesmo assim, a ação seguiu.

O ex-prefeito Tyrone também foi multado para pagar duas vezes o salário que recebia como Prefeito do Município de Sousa.

BG