Notícias

Executiva Nacional do PT não delibera coligação com PP em CG e Alexandre diz que posição fortalece sua candidatura

A Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores, reunida nesta terça-feira (03) não deliberou sobre a aliança do PT com o Partido Progressista – PP em Campina Grande, como os defensores da aliança esperavam. Com isso, a tese de candidatura própria do partido em Campina Grande continua estabelecida e, segundo o Presidente Municipal do PT, Alexandre Almeida, deverá ser mantida.

Segundo Alexandre, com a decisão da Executiva Nacional de não deliberar sobre o caso de Campina Grande, qualquer decisão agora só poderá – ou não – ser tomada apenas no próximo dia 12 de julho, quando haverá nova reunião. “Hoje a Executiva Nacional deliberou dobre diversas cidades do País, mas não sobre Campina Grande, o que fortalece o PT de Campina e a tese da candidatura própria”, afirmou.

De acordo com o Presidente do PT campinense, a decisão da Nacional hoje sinaliza para a homologação da candidatura própria do PT em Campina pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba – TRE-PB, o que deve ocorrer antes do dia 12. “O processo de Campina Grande prossegue sem qualquer interferência, polarizado pela vontade própria do Presidente Estadual, Rodrigo Soares e de um pequeno grupo, que querem fazer intervenção branca em Campina”.

Ele lembrou que, com a decisão da Nacional de não deliberar sobre Campina Grande, o TRE-PB poderá homologar as candidaturas de Alexandre Almeida e Flávia Pontinelli para Prefeito e Vice-Prefeita pelo PT sem que haja contestação do PT Nacional.

Respaldo do PT Nacional – “Estou bastante confiante na homologação do registro de nossa candidatura. Temos o respaldo da Nacional, considerando que as decisões da Nacional do PT são colegiadas e deliberaram para a priorização de candidaturas próprias em cidades consideradas importantes, estratégicas e prioritárias para o PT, como é o caso de Campina Grande”, afirmou Alexandre.

De acordo com o Presidente petista, “este apoio da Nacional à candidatura própria em Campina Grande é demonstrado pela maior instância do partido, que foi o 4.º Congresso do PT, realizado em setembro do ano passado, continua nas decisões do Diretório Nacional se consolida nas últimas resoluções da Comissão Executiva Nacional”.

Segundo Alexandre, as recomendações de todas estas instâncias são de deliberação pela candidatura própria, “o que nós do PT de Campina Grande estamos seguindo à risca, a despeito de todas as tentativas vãs e vis de intervenção branca que a Direção Estadual do PT vem tentando impor aos filiados de Campina Grande”.

O Presidente finalizou dizendo estar confiante de que a candidatura própria do PT em Campina será homologada pela Justiça Eleitoral. “Estou confiante de que a decisão da Justiça Eleitoral em prol da promulgação da candidatura própria fará jus à vontade dos filiados do PT em Campina Grande”.

Ass.Com Comunicação