Notícias

EXAGEROS E MUNDO CÃO: Será que Luiz Couto, Estelizabel e Walquíria Alencar concordam com o MPF?

Espero que o Padre Luíz Couto, o maior defensor dos direitos humanos na Paraíba, se solidarize com a família da adolescente duplamente estuprada, carnalmente pelo algoz e publicamente pelo apresentador Samuka Duarte quando exibiu as cenas no seu programa na TV Correio, com certeza sem a anuência do executivo competente que é Alexandre Joubert e muito menos do ex-senador Roberto Cavalcanti.

Aquele padre é bom de briga e gosta de aparecer à custa da desgraça alheia e essa é uma oportunidade muito boa para ele aparecer na mídia discursando no Congresso Nacional em defesa da família e contra os detratores, inclusive fazendo coro com o MPF e pedindo a cassação da TV Correio, o que, convenhamos é um exagero, pois a empresa não pode ser punida por atos isolados.

Não duvido que o padre tenha coragem, mas não acredito que gente como ele e as defensoras das mulheres Estelizabel Bezerra e Walquíria Alencar se calem, pois seria um escarnio.

Aproveito para apelar ao doutor Roberto Cavalcanti para que proiba a exploração do mundo cão em sua emissora, pois audiência não deve ser conseguida a todo custo e paciência tem limite.

Chega de banalizações e de humor negro.