Fale Conosco

O ex-secretário Francisco Barreto distribuiu com a Imprensa, esta quarta-feira (dia 01), uma carta aberta, com a informação de que Coriolano (irmão do governador Ricardo) Coutinho teria adquirido, recentemente, uma propriedade de 70 hectares na área nobre de Bananeiras, tendo pago pelo imóvel R$ 700 mil. Na carta, Barreto questiona a origem do dinheiro.

É voz corrente na região (de Bananeiras) que a propriedade seria sua (de Coriolano) apenas de fachada, o que coincide com as magras rendas do mesmo Coriolano Coutinho até recentemente assessor do Deputado. Damião Feliciano em Brasília”, diz Barreto em sua carta aberta. Nem o governador, nem Coriolano se manifestaram sobre o assunto.

Segue a carta de Barreto, sob o título “Coriolano Coutinho, Fazenda  Angicos e o Ministério Publico”,  na íntegra:

“O Ministério Publico, o TCE e os órgãos de controle tem enormes dificuldades para mergulhar no submundo da propina e, dos desvios de recursos públicos.

 Só quando acontecem briga de quadrilhas e ou acidentes de “trabalho” é que vem tona o submundo da delinquência .É assim que, nem o MP, Receita Federal, TCE,PF  raramente tem conhecimento, nem terão como investigar o aumento de patrimônio de gente como o do irmão do Governador, dentro e fora do Estado da Paraíba, notadamente de seus investimentos no Brejo, em Bananeiras, onde adquiriu recentemente uma propriedade denominada Angicos, 70 hectares, e que pelo que se  comenta valor pago  de 700.000 reais.

Este valor, é completamente fora de mercado, pois trata-se de uma área situada no perímetro dos Condomínios chiques de Bananeiras, onde o valor da terra bruta se situa em torno de 50.000 reais o hectare, o que, daria mais de 3,5 milhões de reais. 

Coriolano Coutinho é supostamente dono de uma equipada propriedade, e dispondo de acesso facilitado pelos poderes públicos.

No entanto, é voz corrente na região que a propriedade seria sua apenas de fachada, o que coincide com as magras  rendas do mesmo Coriolano Coutinho até recentemente assessor do Dep. Damião Feliciano em Brasília. 

Os moradores da região embora, reservadamente, e com medo, digam que o verdadeiro dono é o Governador irmão, apresentam enormes receios em falar, pois, os métodos Coriolano em impor autoridade  através da violência física como já o fez acompanhado de  capangas surrando violentamente um deficiente acusado de subtrair uma garrafa de vinho de Ricardo Coutinho.

A verdadeira identidade do proprietário Fazenda Angicos, e o valor do imóvel vendido corretamente pelo Sr. Valdomiro Rocha, é um mistério quanto a  origem do dinheiro que talvez nunca venha a ser desvendado. 

A verdadeira explicação pode estar no submundo de envelopes viajantes.

Será que algum dia o Ministério Publico poderá  quais os mistérios fiduciários que pairam na sombra dos Angicos de Coriolano Coutinho. 

Talvez o caminho mais curto seja o de ir ao Cartório de Imóveis de Bananeiras, e republicanamente e solicitar uma certidão para averiguarmos quem é o verdadeiro proprietário .”

O Blog não emite juízo de valor sobre as informações externadas pelo ex-secretário Barreto, até por entender que o julgamento caberá ao Ministério Público e a Justiça.

Fonte: Blog do Helder Moura