Fale Conosco

Bastou-me um dia em Campina para sentir o termômetro da campanha que, em outras praças da Paraíba pode ainda está distante, mas, sob a merda dos pombos lá na Praça da Bandeira, já pegou fogo.

A última tese conspirada por lá é a indexação de Veneziano na aliança das oposições, pacificando o PMDB e décadas de enfrentamento com os Cunha Lima.

Veneziano seria candidato ao Senado junto com Romero e Pedro seria o vice de Cartaxo, ficando Cássio na disputa pra puxar a chapa de federal, que teria ainda a presença de Raimundo Lira, ambos ocupando os espaços deixados por Pedro e Vené, mas também com bases compartilhadas com Benjamim e André Amaral.

Impossível? Improvável? Em política tudo é possível e de nada eu duvido mais e se alguém achar que faltou um nome de Campina protagonizando como candidato a governador, lembram que tudo foi compensado com três nomes da cidade: Veneziano, Romero e Pedro.

 

 

Dércio Alcântara