Fale Conosco

Não é a toa que chamaram a Cruz Vermelha para gerenciar o Hospital de emergência e Trauma de João Pessoa, estamos improvisando a maneira de países em guerra!

Os cirurgiões que conseguiram permanecer no hospital, após a onda de demissões denunciaram hoje que furadeiras de parede estão sendo usadas para fazer cirurgias cranianas. Nem animais irracionais são tratados com tamanho desrespeito!

Além de equipamentos, faltam instrumentistas e os médicos dizem que a culpa é da terceirização.

É o caos!