Fale Conosco

A pousada Aruanã, do empresário Otto Marcelo, no Conde, foi construída sobre uma área pública e agora corre o risco de ser derrubada para devolver ao município o que não é privado. E como ele conseguiu? Invadiu e tomou na mão grande? Pergunta o povo na rua.

É que o seu amigo Aluísio Régis era o prefeito do Conde em maio de 2006 e naquele mês assinou o ato doando o terreno para que, sem nenhum custo, o empresário fosse beneficiado com um belo pedaço de área nobre à beira mar.

A denúncia chegou a nossa redação e o assunto terá que ser debatido na Câmara de Vereadores, pelo Ministério Público e toda a sociedade, pois é muito grave.

NEM O LIXO – Como pode um empresário riquíssimo se valer do expediente de fazer loby político para conseguir de graça um terreno público que vale muito dinheiro e nesse terreno construir uma pousada e ainda querer que a Prefeitura colete toneladas do lixo que produz?

Será que na época do amigo Aluísio até o funcionários da pousada de Otto Marcelo eram servidores da Prefeitura do Conde? Não podemos duvidar de mais nada depois dessa descoberta.

Por enquanto o empresário esperto vai levando na maciota a sorte de ter um amigo influente na hora certa e no lugar certo, mas se alguém resolver entrar com uma ação pública reclamando a devolução do patrimônio público a situação do empresário esperto pode se complicar.

Com a palavra os vereadores e o Ministério Público.