Fale Conosco

Deu no blog do Noblat: “Este é mais um caso para a diligente, resoluta, implacável Eliana Calmon, corregedora nacional de Justiça.

Nesta quarta-feira, os 18 desembargadores do Tribunal de Justiça da Paraíba se reunirão para escolher mais um novo colega. E aí poderá se registrar algo inédito na história dos tribunais: três irmãos terem assento na mesma corte.

Que tal?

Há 20 anos, Miguel Levino Cunha Ramos presidiu o tribunal que hoje é presidido por seu filho Abraham Lincoln Cunha Ramos desde fevereiro último.

Abraham Lincoln foi admitido no tribunal em junho de 2000. Cinco anos depois assistiu à posse do irmão Márcio Murilo Cunha Ramos. E se tudo der certo, assistirá agora a de outro irmão, Wolfran da Cunha Ramos.

O mais jovem rebento da família Cunha Ramos, aspirante a uma vaga no tribunal, faz parte da lista tríplice montada pelos 18 desembargadores e encaminhada a eles mesmos para decisão final”.

O pior é que ao que parece já está tudo certo para a família Cunha Ramos realmente ocupar esta terceira vaga.

Cadê o CNJ? Juntos, os Cunha Ramos vão ter mais votos que o Quinto Constitucional da OAB, que só tem dois assentos na Corte.