Fale Conosco

 

A notícia chegou ao meu conhecimento através do competente jornalista, Chico Lobo, onde o colega narra que oprojeto de lei que Proíbe a prática de Assédio Moral no âmbito da Administração Pública Municipal em Monteiro, de autoria do vereador Juraci Conrado (PTB), foi encaminhado à Câmara Municipal de Monteiro em 25 de fevereiro de 2010, mas somente foi sancionado no ultimo dia 25 de agosto de 2011, devido inclusive a uma cobrança feita no ar durante o programa Debate na Imprensa, comandado pelo radialista Edvaldo Reis, quando o vereador Juraci Conrado concedia uma entrevista.

A pergunta foi feita ao vereador Juraci Conrado, sobre o que ele achava dos vereadores ficarem “brincando” de cantador de viola na tribuna da Câmara, enquanto haviam projetos de suma importância para os servidores municipais de Monteiro que estavam engavetados há mais de um ano e meio. 

Para quem não acompanha as sessões da Câmara Municipal de Monteiro, nem escuta a transmissão pela Rádio Imprensa FM, Já virou moda todas as quintas-feira os vereadores Lito de Dona Socorro e Juraci Conrado ocuparem a tribuna da casa ou através de aparte, declamarem versos de poetas populares da região, que por mais pertinente que seja ao assunto tratado, não seria a hora, muito menos o lugar.

De qualquer forma, sentindo-se pressionado ou não, o vereador Juraci Conrado (PTB) solicitou e o Presidente da Câmara Municipal, vereador Paulo Sergio de lima (PSB) sancionou a Lei n° 1.647/2011.

Imaginem se algum deputado estadual apresentasse esta matéria na Assembleia. Adivinha quem pdoeria ser condenado por humilhar servidores públicos? Com a palavra os funcionários do IPEP.