Fale Conosco

Sobre o caso do problema de saúde da senhora Maria Ilza, residente no bairro Dona Milindra, em Patos, que foi divulgado através de um de uma rede social, na tarde deste sábado, (09/09), e, assim que tomou conhecimento do caso, a equipe da Secretaria de Saúde de Patos visitou a casa da paciente para saber mais detalhes do caso quando descobriu que, na verdade, aquela senhora foi negligenciada por gestões anteriores e a família da paciente ainda não havia procurado as Unidades de Saúde do Município durante este ano.

A pedido do prefeito de Patos, Dinaldinho Wanderley, que, ao tomar conhecimento do caso, mobilizou a equipe da Secretaria de Saúde através da gerente da Atenção Especializada, Yanna Medeiros, e da gerente da Atenção Básica, Denisy Dantas, que foram, pessoalmente, até a residência da paciente a fim de colher todas as informações necessárias e providenciar as medidas emergenciais.

Uma nova transmissão ao vivo foi feita, desta vez, através do perfil pessoal do jornalista e assessor de comunicação da Secretaria de Saúde, Marcelo Negreiros, em que expôs, com riqueza de detalhes, a real situação vivida por aquela família; a versão da filha da paciente e as medidas que serão tomadas pela atenção básica em saúde e a atenção especializada do município.

A filha da paciente, Derlânia, confirmou que este ano ainda não havia procurado a Secretaria de Saúde do Município e avaliou como muito positiva a assistência imediata que foi prestada pela nova gestão. “Ficamos gratos por toda a assistência e vamos ver se agora dá certo, porque antes não tínhamos assistência alguma e hoje, pelo que estou vendo, tá diferente. Tá começando a ter assistência. Ficamos muito agradecidas, pois o problema dela é sério e por onde passei, anos anteriores, as portas foram fechadas”, disse.

A gerente da Atenção Básica, Denisy Dantas, comentou sobre as medidas que serão tomadas de imediato. “Viemos até a casa de dona Ilza para colhermos mais informações sobre o caso, na manhã deste domingo, e daremos todos os encaminhamentos possíveis e teremos o cuidado para que essa assistência seja contínua. Viemos pessoalmente para dar a nossa contribuição e afirmar que, a partir de agora, dona Ilza será acompanhada de perto não só pela assistência da atenção básica, mas diretamente por nós enquanto gestores”, afirmou a gerente.

A gerente da Atenção Especializada, Yanna Medeiros, ressaltou que a atenção será integrada e o acompanhamento da paciente será contínuo. “Nós estaremos unidos e empenhados, equipes da atenção básica e da atenção especializada, no tratamento de dona Ilza. A partir de agora esse tratamento vai acontecer. Já amanhã [segunda-feira, (10/09)] pela manhã, uma equipe do NASF estará visitando a casa de dona Ilza, junto com equipes da Unidade Básica de Saúde, e da atenção especializada virá uma equipe de Saúde Mental, uma equipe do CERPOD (Centro de Referência ao Portador de Deficiência), e parte da equipe do Centro de Especialidades Frei Damião para prestar toda assistência necessária”, esclareceu.

O problema de saúde da senhora Maria Ilza se trata de uma doença degenerativa, ainda não diagnosticada, e tem comprometido a sua voz e mobilidade. O esforço da Secretaria de Saúde de Patos, a princípio, será de fazer o diagnóstico da doença para posterior tratamento e acompanhamento contínuo.