Fale Conosco

Sabe aquela história de que a secretaria de Infraestrutura da Prefeitura de João Pessoa mandou uma equipe desentupir os esgotos da Câmara e lá foram encontradas centenas de camisinhas entupindo as galerias?

Não é história, mas estória, já que trata-se de uma armação para desmoralizar o Legislativo Municipal.

Eu mesmo bati forte naquele Poder quando soube do caso, mas descobri hoje que os gabinetes dos vereadores não são providos de banheiros e tudo não passou de armação.

“Essa Casa tem história de serviços prestados ao povo de João Pessoa e não merece ter a sua honra rebaixada por calúnias”, disparou o presidente da Câmara. Durval Ferreira.

Ele viu na manobra uma tentativa de rebaixar o debate e tomou as dores das senhoras e senhoritas que trabalham ou frequentam a Câmara de Vereadores.

Durval foi elegante e moderado em sua defesa, mas não soube dizer de onde saiu esse boato.

Um vereador que pediu para não ser identificado me disse que quiseram até apresentar voto de repúdio contra quem jogou essa versão no ar, mas que o jornalista teria ligado pedindo desculpas.

A verdade é que a central de maldades se aproveitou de uma limpeza feita nos esgotos da Câmara para jogar na lama a imagem do Poder Legislativo Municipal.

O danado é que o exocet partiu de segmentos ligados ao Coletivo RC, especificamente a Nonato Bandeira,  justamente no dia em que o impeachment iria ser votado.

Cá pra nós, Agra está sendo cozinhado em fogo brando.