Fale Conosco

O governador da Paraíba, João Azevêdo, acusou a gestão de Romero Rodrigues de ser a culpada pela não implantação do projeto do VLT em Campina Grande. A crítica foi feita nesta sexta-feira (9), durante cerimônia de entrega de diversas obras na cidade, ocasião em que classificou o episódio como pura “picuinha política” por parte da atual gestão municipal.

”Nós pedimos ao ministério em Brasília a liberação da faixa de servidão da antiga linha de trem que cortava Campina Grande, mas infelizmente houve uma articulação da atual gestão de Campina Grande para não autorizar”, comentou João Azevêdo.

Segundo ele, a gestão municipal afirmava que iria fazer o VLT, e por isso o Governo do Estado priorizou o Centro de Convenções. ”Mas não fez, e nem fará até dezembro”, afirmou o governador, garantindo que o governo do Estado, diante da falta de ação da prefeitura, dará a devida prioridade ao projeto, a fim de torná-lo uma realidade no município.