Fale Conosco

Em entrevista ao jornal espanhol El País, o compositor Chico Buarque falou sobre o momento político do Brasile destacou seu apoio ao PT. “Eu tomo partido e não tenho qualquer problema em declarar isso. Sempre apoiei o PT, agora a Dilma Rousseff e antes o Lula. Apesar de não ser membro do partido, de ter minhas desavenças e de votar em outros candidatos e outros partidos em eleições locais. Mas sempre soube que o problema deste país é a miséria, a desigualdade. O PT não resolveu tudo, mas conseguiu atenuar. Isso é inegável. O PT tem melhorado as condições de vida da população mais pobre.”

Chico Buarque reforça que o momento político é “confuso”. “Há uma onda de manifestações nas ruas que, na minha opinião, não têm um objetivo concreto ou claro. Entre aqueles que saem às ruas há de tudo, incluindo loucos pedindo um golpe militar.”

O compositor afirma ainda que há um setor que quer “acabar com o Partido dos Trabalhadores”.  “Querem enfraquecer o Governo para que, em 2018, o PT chegue desgastado nas eleições. O alvo não é a Dilma, mas o Lula; têm medo que Lula volte a se candidatar.”

>> Veja na íntegra a entrevista