Notícias

Em discurso marcado por gafes, arrogância de Cássio choca até Aécio Neves

O senador, Cássio Cunha Lima (PSDB), foi no mínimo deselegante na tarde de hoje, quando assumiu o mandato que até ontem pertencia a Wilson Santiago (PMDB). A grosseria do campinense chocou até seu colega de partido, Aécio Neves, que ao pedir um aparte e fazer referências honrosas ao peemedebista, recebeu a correção de Cássio que afirmou que Wilson não deixou o mandato pela decisão da Justiça, MAS PELA DECISÃO DO POVO!

Já demonstrando que poderá confundir o senado com Campina Grande, Cássio começou a arrotar uma arrogância que não costuma soar bem no senado.

Para complicar ainda mais o discurso do tucano, o mesmo não citou o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), seu aliado político e nem o prefeito de João Pessoa, Luciano Agra que também foi a Brasília acompanhar a posse do aliado.