Fale Conosco

O padre que havia sumido por alguns dias em João Pessoa mentiu sobre ter sido sequestrado. De acordo com a Polícia Civil, o sacerdote confessou que estava sendo extorquido em R$ 50 mil e que o objetivo em sumir, deixando uma mensagem de socorro a amigos próximos, era se matar sem deixar suspeitas sobre o motivo. O delegado Luciano Soares explicou que o religioso será autuado por falsa comunicação do crime.

O padre José Gilmar sumiu no último dia 14 após enviar uma mensagem no whatsapp de uma pessoa da paróquia onde atuava pedindo socorro. O carro e o sacerdote foram encontrados dois dias depois, no Mirante da Praia de Tambaba, no município do Conde. De acordo com o delegado que investiga o caso, o padre disse que viajou sozinho no carro para o Litoral Sul e tentou se afogar. O sacerdote, no entanto, não conseguiu concluir o objetivo e, após dois dias orando dentro do carro, decidiu se entregar à polícia.