Fale Conosco

Após mobilizar imprensa em uma convocação inesperada para uma coletiva de imprensa, na tarde desta quinta-feira (16), na sede do MDB, em João Pessoa, o senador e candidato ao Governo da Paraíba, José Maranhão desvendou o mistério – anunciou o uso de um aplicativo durante sua campanha eleitoral nas eleições desse ano.

Segundo o senador, o aplicativo disponibilizado para download permitirá comunicação com os eleitores, para que possam sugerir alternativas para o governo e críticas.

“Nós vamos ouvir cidadão, que em tempo real poderá interagir conosco”, afirmou.

BOATOS DE DESISTÊNCIA.

O senador aproveitou a ocasião para negar e rechaçar boatos de que poderia desistir da disputa. Ele classificou de sabotagem quem perpetua esse tipo de informação e ainda avisou que só deixaria a disputa em caso de morte.

“Existe uma luta de poderes, principalmente do Governo do Estado, que do Palácio da Redenção comanda os correligionários na tentativa de desautorizar a candidatura cuja origem está no povo. Diziam que eu não seria candidato, depois disseram que eu não poderiam fechar chapa, agora parte para as insinuações no submundo da imprensa. A Paraíba nunca se curvou a um poder. A política não pode ser uma guerra suja, três tentativas já fizeram, mas só não serei candidato se me matarem”, disparou.

A coletiva estava cercada de suspense. Anunciada na manhã desta quinta-feira (16), levantou teorias sobre adesões de nomes pesados da política paraibana ou, até mesmo, uma eventual retirada de candidatura.

Ainda na ocasião, Maranhão negou renunciar ao pleito e acusou o “submundo” da imprensa de tentar minar a sua candidatura.(Paraibaja)