Fale Conosco

A 4ª fase da Operação Famintos, que apura fraudes na merenda escolar em Campina Grande, teve como foco a identificação de possíveis pagamentos de propina a gestores escolares da cidade. Durante a investigação, os policiais federais fizeram o rastreamento de transferências bancárias realizadas entre empresários investigados e diretores de unidades de ensino.

De acordo com a PF, três diretores de escolas municipais são alvos da investigação, que busca esclarecer se as transferências feitas pelos empresários foram pagamento de ‘propina’.

Na decisão que determinou a realização de buscas e apreensões o juiz da 4ª Vara da Justiça Federal, Vinícius Costa Vidor, salienta que “há evidências claras de que os valores recebidos pelos servidores sejam decorrentes do fato de estariam auxiliando os empresários”.

Com informações do blog de João Paulo Medeiros do Jornal da Paraíba