Paraíba

“Ele não é vítima, ele me espancou”, diz ex-namorada ao contestar declarações de Fábio Tyrone

A advogada Myriam Pires Benevides Gadelha rebateu, nesta segunda-feira (10), a tese de legítima defesa levantada pelo prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB), e afirmou ter sido espancada pelo ex-namorado. Em entrevista ao Arapuan Verdade, ela revelou que Tyrone tem comportamentos semelhantes à sociopatia.

Ela sustenta que o prefeito tenta distorcer os fatos ao afirmar que agiu em legítima defesa após agredi-la com tapas, soco e chutes. Myriam acrescenta que Tyrone tem comportamento controlador e possessivo. “Não é a primeira vez que ele faz isso com uma mulher”, disse, lembrando processo da ex-esposa contra o prefeito com base na Lei Maria da Penha.

“Ele não é vítima. Ele não agiu em legítima defesa. Ele me espancou”, destacou. A advogada ainda afirmou que foi agredida por Tyrone em outra oportunidade. “Acho lamentável que ele diga que eu o provoquei. Vai além da hipocrisia, tem um comportamento de sociopatia. É no mínimo incongruente essa declaração dele”, frisou. A advogado concluiu a entrevista ressaltando acreditar que Fábio Tyrone será punido pela justiça.

Entenda

Ao solicitar medida protetiva ao Tribunal de Justiça da Paraíba, a advogada Myriam Pires Benevides Gadelha relatou que manteve relacionamento com Fábio Tyroen por cerca de quatro meses, período em que ele teria revelado personalidade ciumenta, possessiva e controladora. Ela argumentou que, no dia 17 de novembro de 2018, durante viagem de lazer à cidade de São Paulo, Tyrone teria, com ciúmes, lhe empurrado e tentado lhe agredir pelo pescoço.

Ela informou que, no dia 06 de dezembro de 2018, em festa realizada em João Pessoa, o prefeito teria iniciado briga porque ela supostamente estaria bebendo demais e conversado com muitas pessoas.

Myriam Gadelha revelou que no trajeto da festa para casa, com as discussões mais acaloradas, o prefeito lhe desferiu um tapa no rosto e, ao chegar na residência dela, a xingou com palavras de ‘baixo calão’ para, em seguida, agredi-la com outro tapa no rosto, empurrá-la no chão e iniciar uma sequência de chutes. A advogada acrescenta que ao mandar ele ir embora, foi novamente agredida com um soco no olho direito. Com informações Mais PB.

Tags: Tags: