ParaíbaPolítica

Edvaldo Rosas diz que não pretende judicializar dissolução do diretório: “sairia caro para todos”

O ex-presidente do PSB na Paraíba, Edvaldo Rosas, disse que não vai recorrer da decisão que tirou a direção da sigla estadual de suas mãos. Apesar de afirmar que tem a maioria dos diretores, Rosas disse que o custo de uma judicialização do assunto sairia caro para todo mundo.

Não me interessa ser presidente de todo jeito, de um partido agora dividido, sem unidade interna. Estava à frente do PSB porque tenho história na legenda, fui eleito e tinha um mandato a cumprir. Mas se querem dissolver o Diretório sem qualquer justificativa e num processo intervencionista, não farei cavalo de batalha, fiquem com o partido. Sabendo que pegarão uma legenda estruturada em mais de 200 municípios”, desabafou.

Da redação

Tags: Tags: