Fale Conosco

A violência que se alastra por toda a Paraíba joga o governador Ricardo Coutinho contra a parede e a sociedade acuada exige uma saída.

O radialista Ivanildo Viana saiu da rádio 100.5 e a caminho de casa foi assassinado por dois marginais em outra moto. Destino cruel ou premeditação? Violência, violência e violência.

O caso do amigo e colega de trabalho Ivanildo Viana ganhará repercussão e fará o secretário de Segurança Cláudio Lima levantar a bunda de sua cadeira e distribuir meia dúzia de bravatas, mas dezenas de outros acontecem na surdina e sem registro nos boletins de ocorrência, pois as delegacias estão fechadas.

 Radialista Ivanildo Viana é assassinado com vários tiros na BR 230, em João Pessoa

Gostaria que o mau humor, arrogância e empáfia do governador encurrala-se o crime e desse um xeque mate na violência.

Ficaria satisfeito se o peito estufado dos ricardistas resolvesse mesmo os problemas causados pela escalada da violência.

Como eu ficaria satisfeito se esse governo torrasse milhões em publicidade para anunciar em outdoors, rádio, sites e tvs que o crime foi banido.

Pena que na prática esse meu desejo esbarre na incompetência de quem perde precioso tempo perseguindo jornalistas, ludibriando o povo e tramando o que não posso publicar.

Que a morte trágica de Ivanildo Viana faça a sociedade exigir providências desse governo violento.