Fale Conosco

Depois da assembleia promovida pela direção do Sintab (Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste da Borborema) realizada nesta terça-feira, 19, no auditório do Sesc Centro, com os servidores da secretaria de Educação da Prefeitura de Campina Grande decidiram suspender o indicativo de greve da categoria.

No encontro, os docentes preferiram esperar o pagamento da folha salarial de fevereiro quando os servidores irão comprovar através do contracheque se o governo cumpriu  o que se comprometeu via de  oficio enviado ao SINTAB de pagar o retroativo do piso salarial referente ao mês de janeiro.

O presidente do Sintab, Napoleão Maracajá, disse que saiu da assembleia assustado com a gravidade das denúncias feitas pelos servidores, tais como: escolas estão funcionando sem as mínimas condições, faltam professores, faltam servidores de apoio, entre outros. De acordo com os professores, a secretaria de Educação está se negando a dar hora aula aos professores efetivos.

Diante da gravidade da situação, Napoleão Maracajá manteve contato com o prefeito Romero Rodrigues pedindo uma audiência em caráter de urgência, e a mesma ficou marcada para a próxima sexta-feira, 22. “Sinceramente, esperamos que o prefeito tome providencias urgentes, senão o ano letivo estará comprometido. A situação da Educação é caótica, exige uma cirurgia”, asseverou Napoleão Maracajá.