Fale Conosco

Defensor da causa da Polícia Civil, Polícia Militar, Agentes Penitenciários e Bombeiros, Major Fábio (DEM) não aguenta mais o descaso com que o governador Ricardo Coutinho trata o tema da segurança pública. O major disse que Ricardo deveria ter hombridade, receber os policiais e pedir perdão por ter chamado os policias de terroristas.

O democrata não cessa em tecer críticas a Ricardo e disse que o Governador é o único responsável pela greve que deve se instalar nas próximas horas, tendo em vista a assembleia que será realizada as 14h00, na qual a categoria pretende oficializar a paralisação por tempo indeterminado.

Mesmo com os riscos que são próprios do período de momo, a única saída para evitar a greve é uma proposta do Governo.

Major Fábio defendeu a greve e disse para o governador chamar as Forças Armadas: “isso é o que a gente pode esperar de Ricardo Coutinho. A gente teme que ele jogue as Forças Armadas nos professores que estão implorando o seu emprego de volta”, disse.

O major orientou que Ricardo receba a categoria e não insista com a postura ditatorial, chamando os policiais de “terroristas”, para tentar encobrir os escândalos da gestão: “ele deve perdão aos policiais, deve desculpa por chamar pais de família que arriscam suas vidas para defender os outros de “terroristas”, dizendo que eu ou a polícia teríamos premeditado os tiros no Amigão”.

E agora governador? Não vai nem sequer receber a classe?