Fale Conosco

Nada acontece ao acaso e tudo se entrelaça ao que esse blog tem dito nos últimos meses. Há em Campina Grande algo mais do que o belo Terminal de Integração, a carne de sol irresistível de Manoel da Carne de Sol e aquele cuscuz com galinha matriz do Bar do Cuscuz. 

O punhal da traição começa a ficar visível e três vereadores da base do Grupo Cunha Lima pegaram um avião até Brasília para avisá-lo que na cidade tem um girassol disfarçado de margarida. 

Primeiro foi Inácio Falcão, agora se soma a ele Jóia Germano e Nelson Gomes. Diante do fato de o governador Ricardo Coutinho está apostando em outra candidatura, a de Daniella Ribeiro, e que a baixa aprovação da gestão estadual, apenas 37%, transfere impopularidade para seja lá quem for disputar a PMCG, querem o rompimento. 

Sobre o acordo secreto entre o Grupo Ribeiro eu já tinha alertado que RC apostava numa terceira via e iria fomentar a surdina a candidatura de Daniella. 

O que eu não imaginava era que ninguém quisesse ser candidato de Ricardo na cidade. Ou pelo menos assumir que é, como é o caso da deputada malufista, que deu dezenas de entrevistas negando o que sabemos que já é prego batido, ponta virada: Daniella Ribeiro é a candidata do governador Ricardo Coutinho em Campina Grande. 

Neste cenário dou toda razão a Nelson, Jóia e Inácio, que vivem na cidade e sentem primeiro o que está acontecendo. 

Já Cássio vive outro momento e se não consegue sequer comparecer a reunião importante da bancada para apresentar emendas ao PPA, como aconteceu ontem, imaginem se tem tempo para se deter com mais atenção nos bastidores da política campinense. 

Não é justo que vereadores aliados recebam tratamento de adversário e “adversários” recebam tratamento de aliado. 

Segundo Inácio Falcão, Daniella e família estão “na manteiga”, que no jargão político quer dizer que estão sendo tratados muitíssimo bem pelo governador, com portas da máquina pública escancaradas e tudo mais. 

Lideranças ligadas ao Grupo Ribeiro já estão sendo contempladas, mas a ordem é bico calado. 

Tenho dito: em Campina tem um girassol disfarçado de margarida.