Fale Conosco

O vereador Renato Martins deu inúmeras provas de que não tem postura, que não consegue conviver em grupo e que não respeita a ética e o decoro parlamentar. Como líder da bancada de oposição ele puxa pra baixo.

Ele age como se estivesse embragado em um bar e com música no último volume. Quer gritar para se impor e não aceita o contraponto.

Enfim, o vereador Renato Martins não tem mais condições de conviver com os colegas em Plenário e deve , no mínimo sofre alguma sansão para aprender a se conter.

Como o Conselho de Ética criado pelo vereador Fernando Milanez nunca foi instalado, cabe a Mesa Diretora impor limites para que o vereador aprenda através de alguma medida educativa a boa regra de conivência e parlamentar, ao invés de se estabanar.

Circula a informação que o motivo dessa crise nervosa do vereador foi gerada pelo fato de a irmão do governador, Sandra Coutinho, ter decidido se lançar candidata a uma vaga na Casa de Napoleão Laureano e, como Renato foi eleito com a ajuda de Coriolano Coutinho, irmão problemático do governador, agora teme perder fatias importantes do seu eleitorado e não se reeleger.

Só que ninguém te naca a ver com os problemas pessoais do vereador Renato Martins e ele precisa se comportar na Câmara, pois nem os colegas nem a imprensa aguentam mais suas bravatas.

O vereador tem que melhorar e acabar com essa TPM(Tensão Política Muncipal).