Fale Conosco

As declarações dos deputados estaduais Edmilson Soares (PEN), Branco Mendes (PEN) e João Henrique (DEM), que ocuparam a tribuna da Assembleia Legislativa para oficializar o apoio às candidaturas de Adriano Galdino (PSB) e Gervásio Maia Filho (PMDB) para a presidência da Mesa Diretora, provocou a revolta do deputado José Aldemir (PEN).

O parlamentar também subiu à tribuna da Casa para lamentar a intromissão do governador reeleito Ricardo Coutinho (PSB) na eleição da Mesa Diretora. “A eleição da Assembleia Legislativa cabe aos 36 parlamentares e não aceito a intromissão de quem quer que seja estabelecendo e indicando nomes”, disse.

Em seu discurso, ele falou que jamais se submeteria a ocupar a tribuna para que os colegas acreditem em quem ele vai votar. “Jamais me passaria por essa situação. Se a situação já tem candidato à presidência da Mesa, a bancada de oposição em nenhum instante anunciou seu candidato”, declarou.

Na ocasião, ele destacou o trabalho executado pelo atual presidente da Casa, Ricardo Marcelo (PEN). “Ele fez um brilhante trabalho na Assembleia e em nenhum momento ele disse que seria candidato”, afirmou.

O deputado João Henrique confirmou o alinhamento com seu partido e declarou apoio a Adriano Galdino. Ele foi seguido pelo deputado Edmilson Soares que reafirmou suas declarações para evitar qualquer tipo de especulação sobre o assunto. “Coloco um ponto final e reafirmo meu apoio a Adriano Galdino e Gervásio Filho”.

Já Branco Mendes reiterou que continua na bancada de oposição, mas votará também no socialista. “Não tenho nenhum tipo de contato com o governador Ricardo Coutinho e minha palavra está firmada. Não sou homem de titubear e voltar atrás e declaro publicamente que a nossa assinatura na lista está valendo e não é do meu feitio voltar atrás”, pontuou.

BG