Fale Conosco

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) vai comandar nacionalmente o Instituto Teotônio Vilela, centro de estudos e formação política do PSDB que estimula a formulação de políticas públicas que possam contribuir para pensar o Brasil e propor caminhos para um futuro melhor. A indicação foi feita na última sexta-feira (31), durante a Convenção Nacional da legenda, em Brasília, e a oficialização será feita nesta semana.

“É uma grande responsabilidade assumir a Fundação Nacional do partido em um momento da política muito radicalizado, polarizado. Vou dedicar o meu melhor para contribuir com a reaproximação do PSDB a um sentimento do país que pede um olhar mais liberal e enxuto na economia, com mais eficiência, menos burocracia, diminuindo esse alto custo de privilégios que ainda prevalece na máquina publica. E olhar com justiça social. Não vale ser liberal na economia e não combater as desigualdades, dar espaço às diferenças que existem na sociedade e proclamar uma cultura de respeito”, opinou.

Pedro, que assume a presidência do Instituto sucedendo Tasso Jereissati, afirmou que aposta na formação de novas lideranças para promover mudanças na política. “A formação do partido é um instrumento importante para que possamos estimular essa visão de mundo. Estou muito estimulado e vou dedicar o meu melhor”, garantiu.

O Instituto Teotônio Vilela foi fundado em 8 de novembro de 1995 e é uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos, com autonomia financeira e gerencial. Tem sede em Brasília e regionais nos 26 Estados. A sua missão essencial é o aperfeiçoamento e divulgação da social-democracia no Brasil. A entidade realiza estudos, seminários, encontros, palestras e debates sobre a realidade do país.

Perfil – Pedro advogado e é mestre em Ciências Jurídico-Políticas com menção em Direito Constitucional pela Universidade de Coimbra, em Portugal. Formou-se pelo Centro Universitário de João Pessoa (Unipê), em 2012. É filho do senador Cássio Cunha Lima e de Silvia Almeida. O parlamentar está em seu segundo mandato, é presidente da Comissão de Educação na Câmara Federal e comanda o PSDB na Paraíba.

Nova direção – O PSDB agora tem como presidente o ex-deputado federal Bruno Araújo e a sua vice é a senadora Mara Gabrilli. O ex-governador Geraldo Alckmin compõe a executiva como presidente de honra.