Fale Conosco

O deputado Janduhy Carneiro (PPS) disse na manhã desta terça-feira (10.04) que espera a abertura de um novo canal de comunicação entre o governo do Estado e a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), a partir da nomeação do novo secretário estadual da Educação, professor Harrison Targino. “O discurso do novo secretário, Harrison Targino, aponta para a retomada do diálogo com a UEPB”, ressaltou.

Ao levar o assunto à Tribuna da Assembleia Legislativa, o parlamentar afirmou que atual crise entre o governo e a UEPB está prejudicando a comunidade acadêmica, principalmente os alunos da instituição, com repercussão negativa junto à sociedade paraibana. “A Paraíba não agüenta mais essa crise. Em tempo, o professor Harrison Targino, ao tomar posse no cargo de secretário da Educação, acenou de forma positiva para a questão”, comentou.

Janduhy Carneiro foi incisivo ao reafirmar que o governo é o “principal responsável” pela crise em questão, ao descumprir a lei que estabelece o repasse dos recursos destinados àquela instituição estadual de ensino. Ele acrescentou que o cumprimento da lei, por parte do governo, é o único e “fácil” caminho para resolver o impasse. “Não tem mistério para resolver a crise, basta que o governo cumpra a Lei”, afirmou.

O deputado disse também que o Poder Legislativo continua aberto para intermediar o diálogo  entre as partes, além de reafirmar o compromisso de que o seu gabinete está à disposição da comunidade acadêmica da UEPB. “A UEPB é um patrimônio do povo paraibano, responsável, entre outros importantes feitos, pela interiorização do ensino superior no Estado. Por isso, quero, mais uma vez, colocar o nosso gabinete à disposição da Universidade”,  ratificou.

Os deputados Frei Anastácio (PT), Anísio Maia (PT) e Daniella Ribeiro (PP) hipotecaram solidariedade à preocupação do colega Janduhy Carneiro, em parte. “Esse impasse persiste em virtude da presença de um governo, no Estado da Paraíba, que insiste em descumprir a lei”, declarou o petista Anísio Maia. 

A deputada Daniela Ribeiro disse que espera que o governo Ricardo Coutinho melhore a partir da reforma no seu secretariado. “Esperamos e torcemos que o governo Ricardo Coutinho melhore com esse novo secretariado. Não é por ser da oposição, que vamos torcer pelo pior. Não,  digo e repito que espero que o governo acerte”, declarou.

 

Assessoria