Fale Conosco

O deputado Aníbal Marcolino (PSL) protocolou junto a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba, na manhã desta quarta-feira (11.04), requerimento solicitando a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito  (CPI) para investigar supostas irregularidades no sistema de internet sem fio adquirido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, o denominado programa “Jampa Digital”. O documento foi subscrito por 15 deputados.

Ao informar a oficialização do pedido de CPI, Aníbal Marcolino reafirmou que o fato determinante são os depósitos na conta de campanha do então pré-candidato a governador, Ricardo Coutinho,  feitos pela Ideia Digital, empresa responsável pela implantação do Jampa Digital. “Esse escândalo cheira mal e precisa ser investigado”, declarou. 

O parlamentar lembrou que Jampa Digital, desenvolvido pela gestão socialista em João Pessoa, tinha como objetivo oferecer à população internet gratuita para vários bairros da Capital paraibana. “O projeto era bom, mas foi alvo de denúncia no programa Fantástico, da Rede Globo, após não funcionar em nenhum ponto onde era garantido o sinal da internet”, acrescentou.

Aníbal Marcolino informou também que recolheu 15 assinaturas, uma menos do que projetou. Ele revelou que o deputado Márcio Roberto está viajando e não pode assinar o documento. “Esperei por ele até a data de hoje, mas infelizmente ele não chegou a Assembleia, estamos fazendo o protocolo e a denúncia merece uma minuciosa investigação”, argumentou.

O deputado ressaltou que alguns questionamentos levantados na denúncia veiculada em Rede Nacional devem ser esclarecidos, vez que, segundo o parlamentar, o “escândalo” não foi denunciado a partir de ilações e sim de fatos que foram devidamente expostos e colocados sob suspeita. 

Ao conceder entrevista à Imprensa, Aníbal indagou: “Como é que você beneficia uma empresa, comprando equipamentos superfaturados, que a diferença dos preços chega a 25 mil reais em cada Câmera, e essa mesma empresa beneficia a candidatura do ex-prefeito da Capital, Ricardo Coutinho, hoje governador do estado. Parece-me um dinheiro bumerangue, que vai e que volta”.  

O pedido de instalação da CPI foi assinado pelos deputados Anibal Marcolino (PSL), Vituriano de Abreu (PSC) , Guilherme Almeida (PSC), Daniella Ribeiro (PP), Toinho do Sopão (PTN), Frei Anastácio (PT), Luciano Cartaxo (PT), Anísio Maia (PT), Janduhy carneiro (PPS), Gervásio Maia (PMDB), Olenka Maranhão (PMDB), Ranery Paulino (PMDB), Francisca Motta (PMDB), e André Gadelha (PSL).