Fale Conosco

O Deputado André Gadelha (PMDB), foi indiciado por ter (em tese) furtado energia elétrica. Segundo informações, a Energisa teria encontrado no Posto Andrezão, que é de propriedade do parlamentar, um desvio de energia. O famoso “gato”.
O processo, já tem parecer da Procuradoria Geral do Estado, e se encontra no gabinete do Desembargador Onaldo Queiroga, aguardando julgamento. Se for condenado, quem comete este tipo de crime, é enquadrado no artigo 155 do código penal brasileiro (furto).

O inquérito teve início em 2010, foi remetido para a 5ª vara, e em agosto de 2011 foi enviado para o Tribunal de Justiça, já que André Gadelha como Deputado, tem direito a foro privilegiado.

Se for condenado, Gadelha deixa de ser réu primário, perdendo possibilidade de futuros acordos com a justiça, em outros processos.

A coisa parece não andar muito boa para o Deputado Pmdbista, já que o processo “Carta Marcada” pode ser julgado até o mês de junho, e se confirmada a sentença da 1ª instância, deixaria o parlamentar inelegível por 8 anos, além de perder o mandato que ele exerce.

Portal 950