Fale Conosco

A prefeita de Bayeux, Luciene de Fofinho, vem se aproveitando do estado de calamidade por causa da pandemia de covid-19 para contratar quem bem quiser. Um fato que chama a atenção na cidade e pode ser considerado, no mínimo, estranho é que a gestora municipal contratou uma empresa de Recife (PE) para realizar o serviço de sanitização das escolas de Bayeux, que estão fechadas há oito meses. O valor é mais de meio milhão. Para ser exato, cerca de R$ 583 mil.

Confira o extrato, publicado no Diário Oficial:

Nesse sentido, a gente não questiona nem o fato de contratar um serviço e gastar mais de meio milhão para uma escola que está fechada, mas sim por que Fofinho foi buscar lá em Pernambuco uma empresa sendo que em João Pessoa ela conseguiria satisfazer as necessidades do município com o serviço? O Ninja, em seu blog, chamou atenção para a informação e, nós, por entendermos ser digna de explicações, a estamos trazendo aqui também. Já passou da hora de Fofinho começar a se explicar sobre esse assunto e diversos outros.