Fale Conosco

 

O DEM e o PSB estão trocando sopapos lá em Monteiro, e, apesar de serem aliados no plano estadual, na terra de Flávio José e Magníficos não convidem para o mesmo rega-bofe o deputado João Henrique e o presidente da Câmara Paulo Sérgio. 

O vereador diz que foi pego de surpresa na manhã de ontem por uma nota publicada pela assessoria de imprensa do Deputado João Henrique (DEM) aqui em nosso blog. 

A referida nota traz uma resposta de João Henrique que no seu entendimento teria sido acusado pelo Vereador de ter nomeado um diretor “fantasma” para a direção do Hospital Regional de Monteiro. 

“Não concedi nenhuma entrevista acusando o diretor do Hospital de Monteiro, indicado pelo deputado João Henrique, de ser um fantasma. Não sei de onde partiu essas declarações divulgadas na mídia e que foram atribuídas a mim.” Garantiu o Vereador. 

Através de sua assessoria de comunicação o Vereador já estaria tentando identificar como seu nome foi atribuído a essas declarações e tomar as providências cabíveis por ter tido seu nome usado em matéria jornalística sem ter dado nenhuma declaração a respeito do assunto. 

Porém, outro fato que intrigou o Presidente de Câmara de Monteiro foi à acusação feita por João Henrique de que o Vereador vive extorquindo políticos, inclusive a própria Prefeita que é esposa do Deputado. 

“Faz tempo que João Henrique vem acusando pessoas sem citar nomes de extorquir a Prefeita de Monteiro e eu fui um dos primeiros a cobrar na Tribuna da Câmara que ele dissesse quem era o autor das extorsões, agora que ele disse que sou eu, vou acionar a Justiça para que prove o que disse.” 

Paulo Sérgio comentou que já mais procurou a Prefeita de Monteiro para pedir favores pessoais ou barganhar cargos na administração municipal, pois de acordo com o Vereador esta atitude de barganhar cargos é prática comum do deputado, não dele. 

Ainda de acordo com o Vereador Paulo Sérgio a sua indicação para Presidência da Câmara de Monteiro não foi feita através de negociações de cargos como insinuou o Parlamentar, mas sim um consenso da base oposicionista de Monteiro ao grupo do deputado, de que seu nome era o mais viável para derrotar o candidato apresentado por João Henrique, como de fato aconteceu. 

” Contei sim com muito orgulho com o apoio dos Vereadores que são ligados a Carlos Batinga, da ex-prefeita Doutora Lourdinha e Assis Quintans. 

No entanto, tive esse apoio devido as amizades que construí ao longo de minha vida e o povo de Monteiro sabe quem foi de verdade que tentou até a última hora negociar para eleger o Presidente da Câmara de Monteiro, e não fui eu.” Comentou Paulo Sérgio. 

O Vereador já acionou sua assessoria Jurídica para ingressar com uma ação por danos moraiscontra o deputado por ter lhe acusado indevidamente de extorsão.